Pesquisar no Site

 
 
  ATENÇÃO!
Se você sofreu algum tipo de violência ou tem dúvidas a esclarecer a esse respeito,
entre em contato com o 180
- Central de Atendimento à Mulher - funciona 24 horas e a ligação é gratuita.
   




Notícias
Apelo à violência contra mulheres sauditas que ousem conduzir
Publicada em 26-05-2011
Apelo à violência contra mulheres sauditas que ousem conduzir
Ontem

Uma página do Facebook da Arábia Saudita lançou, quarta-feira, um apelo para que os homens "batam" nas mulheres que ousem desafiar a proibição de conduzir durante uma manifestação prevista para 17 de Junho.

O apelo juntou milhares de apoiantes sauditas na página do Facebook. Paralelamente, activistas sauditas continuam a exigir a libertação de uma mulher que desafiou esta proibição, Manal al-Sherif, enquanto a imprensa tem reflectido um ponto de vista favorável às mulheres.

Na segunda-feira, a organização não governamental saudita Assembleia Nacional para os Direitos Humanos denunciou a "detenção ilegal" da activista Manal al-Sherif por ter conduzido em público, o que é proibido às mulheres na Arábia Saudita.

A ONG afirmou, num comunicado, que não há nenhum texto oficial que condene uma mulher por conduzir em público, pelo que al-Sherif não pode ser acusada de cometer um delito nem castigada.

A organização apelou às autoridades para que encontrem uma solução que permita às mulheres conduzirem.

Al-Sherif, de 32 anos, foi detida no sábado quando conduzia um automóvel na cidade de Khobar, no leste do país, acompanhada do irmão, da cunhada e dos sobrinhos. Libertada ao fim de algumas horas, a mulher foi novamente detida no domingo, segundo militantes citadas por agências internacionais.

FONTE: Jornais de Notícias
Fonte: Jornal de Notícias
 
 
 
Início